Conheça 8 massagens e movimentos para acalmar o seu bebê

Os primeiros meses de vida de um bebê podem causar bastante dor de cabeça para os pais, sobretudo os de primeira viagem. Alguns bebês passam por momentos de muito estresse, resultado da enorme quantidade de novos estímulos recebidos ao longo do dia — e aos quais o seu organismo ainda não está habituado.

Uma ótima alternativa para promover o relaxamento do bebê é a realização de massagem, que, por consequência do contato pele a pele, também ajuda no estabelecimento do vínculo de amor e de confiança com os pais. O carinho contido no toque é extremamente benéfico para o desenvolvimento desse elo.

Pensando nisso, listamos a seguir oito movimentos de massagem para bebê que lhe ajudarão a acalmar o seu pequeno ao longo do dia. Confira!

Preparação

Existem dois momentos ideias para fazer massagem no bebê. O primeiro é logo depois do seu despertar, uma vez que massagear e alongar o corpo da criança fará com que o início do seu dia seja mais alegre e relaxado, e o segundo é logo antes da hora de dormir, pois a massagem o ajudará a atingir o estado de relaxamento, estimulando o sono e a sua qualidade. No segundo caso, é muito importante que a massagem seja realizada depois que o bebê já estiver alimentado e de banho tomado, pronto para uma boa noite de sono.

Além da escolha do horário, é fundamental que as suas mãos sejam sempre higienizadas antes de começar a massagem. Também é recomendável a utilização de um óleo vegetal ou específico para bebês, a fim de esquentar o corpinho da criança e, assim, proporcionar maior conforto durante esse momento.

É válido lembrar que o toque deve ser extremamente suave, uma vez que o corpo do bebê é bem mais frágil do que o de uma pessoa adulta. Os movimentos devem ser executados com carinho e delicadeza, prezando o conforto da criança.

Uma dica interessante para relaxar o bebê é sempre colocar uma música tranquila no ambiente onde será feita a massagem. Com o passar do tempo, escutar a música já será um estímulo relaxante para a criança, pois ela a associará com a hora da massagem. Por fim, escolha um ambiente tranquilo e aquecido, e utilize uma toalha ou um tecido confortável para deitar o bebê.

Etapas

1. Alongue os membros do bebê

Antes de começar, é sempre bom esticar um pouco os braços e as pernas do bebê. Esse alongamento é importante para relaxar os músculos e acalmar a criança para poder prosseguir com a massagem.

2. Massageie as pernas do bebê

Por serem partes um pouco menos sensíveis em relação ao resto do corpo, as pernas podem ser uma região bastante interessante para o início da massagem.

Com as mãos levemente embebidas em óleo, envolva as coxas da criança e faça movimentos ascendentes e descendentes, sempre em um ritmo suave e delicado. Após a realização do procedimento nas duas coxas por alguns minutos, pode-se repetir o processo nas panturrilhas.

3.Massageie os pés do bebê

Segundo estudos da medicina oriental, a sola dos pés possui pontos de reflexologia ligados a todas as partes do corpo. Assim, é bastante válido dedicar uma atenção especial aos pezinhos do bebê na hora da massagem.

Utilizando ambas as mãos, envolva o peito do pé da criança de modo que os seus polegares fiquem voltadas para a sola do pezinho. Massageie com a ponta dos polegares fazendo pequenos círculos ao longo de toda a parte de baixo.

Após massagear as solas, passe para os dedos do pé da criança. Puxe delicadamente cada dedinho, fazendo também movimentos circulares envolvendo cada falange.

4. Massageie o abdômen do bebê

A massagem na região abdominal do bebê é extremamente benéfica para o seu peristaltismo. O ideal é fazer sempre movimentos amplos e circulares no sentido horário. Estique as mãos e deslize os dedos pela barriguinha da criança durante alguns minutos, sempre devagar e delicadamente.

Esse tipo de massagem ajuda tanto no funcionamento do intestino da criança como na diminuição da frequência de cólicas e na eliminação de gases, o que geralmente causa bastante desconforto.

5. Massageie o peito do bebê

Com o bebê deitado com a barriga para cima, utilize as duas mãos para fazer movimentos amplos e circulares na região do peito, sempre de dentro para fora. Esse movimento pode ser extremamente relaxante para a criança, além de contribuir para a sua boa respiração. Portanto, repita-o quantas vezes achar necessário.

6. Massageie os braços do bebê

A massagem na região dos braços é feita de forma análoga à das pernas. Envolva os antebraços com as duas mãos e faça movimentos suaves de subir e descer, como em um movimento de ordenha. Feito isso, passe para a parte de cima e repita o procedimento algumas vezes.

7. Massageie as mãos do bebê

Também de forma semelhante à utilizada nos pés, utilize os dois polegares para fazer pequenos movimentos circulares ao longo de toda a palma da mão do bebê. Após alguns instantes, faça um movimento de pinça com o polegar e o indicador, massageando as falanges de cada dedinho da criança, também com movimentos circulares.

8. Massageie as costas do bebê

Depois de massagear as demais regiões do corpo, vire o bebê e trate agora das costas. Primeiramente, deslize dois dedos de cada mão ao longo da coluna da criança, para cima e para baixo. Após algumas vezes, passe a fazer pequenos círculos com a ponta dos dedos ao longo de toda a coluna, de cima a baixo.

Agora faça o mesmo movimento realizado no peito da criança na região dos pulmões, nas costas. Suavemente, faça um movimento circular amplo de dentro para fora e utilizando as duas mãos. Feito isso, deslize suavemente as mãos pelo pescoço e pelos da criança, de cima para baixo. Repita algumas vezes.

A realização diária de massagem para bebê traz ótimos resultados ao longo do tempo, contribuindo não só para a saúde e o bem-estar do pequeno como também para a consequente tranquilidade proporcionada aos pais. Com o bebê mais tranquilo e relaxado, é possível desfrutar cada vez mais frequentemente de uma boa noite de sono, o que pode ser bem raro em caso de recém-nascidos.

E aí, gostou do post? Confira também nossa matéria sobre como identificar cada choro do bebê!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *