Dicas para amamentar o seu bebê

A amamentação é, muitas vezes, considerada uma habilidade natural da mulher, que surge instintivamente após o parto. A realidade, no entanto, é bem diferente disso e boa parte das mamães tem dificuldade em fazer o bebê pegar o peito ou sente muito desconforto ou muita dor durante o momento de amamentar. Apesar desses problemas, é importante insistir na amamentação, já que nos primeiros 6 meses o leite materno é o melhor alimento para o bebê.

Quer conhecer algumas dicas para amamentar sem dificuldades? É só conferir o restante do nosso post!

Vá para um lugar tranquilo

O momento da amamentação deve ser prazeroso, tanto para a mãe quanto para o bebê, de forma que a mãe se conecte com a criança por meio do olhar, da voz e do toque. Por isso, o ideal é que seja realizada em um ambiente tranquilo, sem muito barulho ou distrações.

Tente ainda se sentar em uma cadeira com um bom apoio para as costas e colocar os pés em um banquinho, ficando o mais confortável possível.

Coloque o bebê bem pertinho de você

O bebê deve ficar com o corpo todo alinhado durante a mamada, não sendo forçado a virar a cabeça para alcançar o peito. A posição mais comum é colocar o bebê no colo, com a cabecinha apoiada na dobra do cotovelo da mãe e a barriguinha colada na barriga da mãe, de forma bem aconchegante e segura.

Para não cansar o braço, muitas mulheres gostam de usar também uma almofada de amamentação ou um travesseiro comum para apoiar o peso do bebê.

Faça a pega correta

A pega incorreta é a principal causa do desconforto na hora da amamentação. Apesar de algumas mães pensarem que o bebê deve sugar apenas o mamilo, na pega correta a boca da criança recobre toda a área da aréola (a parte mais escura do peito, em volta do mamilo).

Para que isso seja possível, a mamãe deve prensar essa região da mama com a mão em forma de C e colocá-la na boca do bebê. Dessa forma, a criança conseguirá estimular melhor a descida do leite, mamando em menos tempo, e não machucará o mamilo que ficará no fundo da sua boca.

Não tenha medo de o bebê sufocar

Desde o nascimento o bebê é capaz de controlar sua respiração e afastar o rosto de objetos que o estejam sufocando. Assim, não é necessário ter medo de a criança ficar sem respirar durante a amamentação nem ficar afastando a mama do nariz da criança.

A mão que não está segurando o bebê deve ajudar a sustentar a mama e corrigir a pega durante a mamada, caso o bebê mude de posição.

Tire o excesso de leite antes de começar a amamentar

Se a mama estiver muito cheia e dura e o bebê não conseguir pegar toda a região da aréola, deve-se retirar o excesso de leite antes de iniciar a amamentação massageando e realizando uma ordenha manual.

Esse leite retirado não fará falta ao bebê e pode ser desprezado.

Cuide da pele da mama

Essa é uma das dicas que não deve ser esquecida! Se o seu mamilo estiver rachado e dolorido, o melhor produto para a cicatrização é o próprio leite materno. Após cada mamada, espalhe o restinho de leite sobre o mamilo e a aréola e deixe secar.

Além disso, realize banhos de sol de cerca de 15 minutos por dia e mantenha a pele da região sempre seca, não usando protetores ou mesmo sutiã durante a maior parte do dia.

Tenha paciência

Como tudo na vida, amamentar da forma correta demanda prática e persistência e os erros dos primeiros dias vão se tornando cada vez menos frequentes. Pouco a pouco você e o bebê entram em uma rotina e a amamentação se torna mais natural, tornando os leites artificiais desnecessários nesses primeiros meses.

Gostou das nossas dicas para amamentar? Então nos siga no Facebook e no Twitter e fique por dentro das próximas postagens!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *